Formulário de Busca

15/07/2008 - 14h59 - Atualizado em 15/07/2008 - 16h41

Ilha do Pacífico pode ser primeiro país a banir o tabaco

Niue tem uma das menores populações do planeta, com cerca de 1.400 pessoas.
Lei deverá proibir venda e consumo de cigarro no país todo.
Do G1, em São Paulo entre em contato
ALTERA O
TAMANHO DA LETRA

 

Foto: Arte G1
Arte G1
Mapa localiza a ilha de Niue, próximo à Nova Zelândia, no Sul do Pacífico. (Foto: Arte G1)

A ilha de Niue, no sul do Pacífico, tem uma das menores populações do planeta (cerca de 1.400 pessoas) e uma economia de poucos recursos, mas está prestes a se tornar exemplo no combate ao fumo: será o primeiro país do mundo a abolir o tabaco.

 

Segundo uma reportagem do jornal britânico "Independent", os cerca de 250 fumantes de Niue, uma ilha de corais com PIB per capita de cerca de US$ 5.800 (quase R$ 9.250), terão de abdicar do vício se a lei for aprovada.

 

Os governantes afirmam que o custo dos tratamentos está muito alto em relação aos gastos com saúde.


De acordo com o "Independent", o diretor de saúde de Niue, Sitaleki Finau, afirmou que a proibição incluirá o fumo nas ruas e nas residências. A lei foi apresentada ao Parlamento, mas ainda não foi aprovada.

 

Segundo Finau, a medida deve encontrar forte resistência da indústria de tabaco. "Países pequenos podem ser ambiciosos. Se os pequenos conseguirem, então os grandes poderão pensar nisso também."

 

Um vilarejo do país, Tuapa, já se declarou livre do tabaco. Lá, o cigarro não pode ser vendido e os habitantes não podem fumar em público.

 

Leia mais notícias de Mundo

 




busca por


editorias


G1 especiais


serviços



Formulário de Busca


2000-2008 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade